Suíno Vivo: SP tem nova alta, a R$ 4,43/kg

Suíno Vivo: SP tem nova alta, a R$ 4,43/kg

No indicador do Suíno Vivo Cepea/Esalq, o Paraná apresentou alta de 0,53%, a R$ 3,77%. Também foram registradas altas no Rio Grande do Sul (0,29%, R$ 3,43/kg), Santa Catarina (0,28%, R$ 3,59/kg) e São Paulo (0,24%, R$ 4,22/kg). O Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP destacou que a alta do suíno vivo já perdeu força em parte das regiões acompanhadas, refletindo o ajuste da oferta à demanda. Há também um cenário de dificuldade por parte dos frigoríficos no repasse dos preços pagos pelo vivo para a carne, em decorrência da competição com as carnes bovina e de frango. O presidente da Associação Catarinense de Criadores de Suínos (ACCS), Losivanio Luiz de Lorenzi, afirmou que o atual momento está positivo ao suinocultor. “Apesar de todas as dificuldades políticas, o consumo interno está aquecido, com a recuperação da economia”.

Fonte: CEPEA

0