Demanda enfraquecida do suíno vivo intensifica quedas de preço

Demanda enfraquecida do suíno vivo intensifica quedas de preço

O indicador do Suíno Vivo Cepea/Esalq aponta para uma queda de Minas Gerais, de -1,39%, a R$ 4,26/kg e no Rio Grande do Sul, de -0,30%, a R$ 3,32/kg. As demais praças permaneceram estáveis. Na análise do Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP, a demanda enfraquecida do final de mês intensificou as quedas de preço na cadeia de suínos em todas as praças acompanhadas. Diante desta situação, houve uma diminuição do número de abates dos frigoríficos, embora a disponibilidade de suínos permaneça estável. Entretanto, o peso dos animais favorece a comercialização. Os produtores, como avalia o Cepea, estão negociando o animal vivo a preços mais baixos de forma a controlar a oferta.

Fonte: CEPEA

0